Amigos << voltar
autor: Emmanuel publicação: 12/08/1999
artigo: Amigos

O trabalho continuará firme e autêntico, e nada mais sofrerá modificações, pois estamos num período em que todos os seres encarnados e desencarnados anseiam por uma diminuição de suas provas e expiações.

Os processos obsessivos, depressivos e depurativos se acelerarão e será nossa função atendê-los para que a escola terrena possa fazer-se repercutir em vibrações mais autênticas e fraternas.

Cada alma precisará, neste período, de elevar cada vez mais seu pensamento ao Pai, pedindo a clemência e a vontade de cada criatura de se modificar, movimentando suas inverdades e trazendo-se à tona para melhores avaliações e encaminhamentos.

A fé, o amor, a compreensão entre almas, são fatores essenciais a promoverem as reabilitações. As esferas inferiores urgem em fazerem-se atuantes, através de imposições de seus prórios sofrimentos e nada será demais, a formarmos um verdadeiro celeiro de paz, compreensão e amor; todos os esforços precisam ser efetivados a repercutir sob luzes de confraternização, acolhimento e elucidação, àqueles que habitam as sombras e que, em sofrimentos, anseiam por luzes em seus caminhos.

Oremos diariamente, meus amigos, e enviemos a força de nossas preces a envolver esta esfera e as almas decaídas e sofridas, porque nós mesmos já nos vimos nos mesmos patamares angustiosos e pardacentos e, se estamos em condições mais férteis, foi por termos almas amigas e dispostas a nos estender suas preces e suas mãos.

Enviemos mensagens de paz e amor aos campos fluídicos desabastados, como também procuremos limitar nossos próprios anseios de vitórias na materialidade em abusivos atos, buscando uma ligação maior com Aquele que nos criou e com o Irmão que comungou conosco em tão elevada missão.

Somos todos filhos de um mesmo Pai e precisando ainda de Sua boa vontade e amor, a nos acolher em nossas inverdades e insipiências, portanto, estamos em limiares de buscas maiores e Deus espera de nós atitudes e atuações mais dignas e cristãs.

Agradeçamos estas oportunidades de crescimento e comunicação e tentemos, meus irmãos, liderar o nosso prório viver com esperança, otimismo e boa vontade.

Psicografado em 12 de agosto de 1999
Pelo Espírito Emmanuel

Busca Por Texto
Arquivo