Os Desacordos do Mundo Atual << voltar
autor: Henrique Karroiz publicação: 18/03/2020
mensagem: Os Desacordos do Mundo Atual

Sim, exatamente, os desacordos, as distorções, as faltas de discernimento, percepção, moralidade, amor e honestidade que atingem as tantas criaturas e que convulsionam os povos, trazendo o terror, o pânico, as destruições e os grandes sofrimentos.

Assistimos às inúmeras representações nos diversos palcos terrenos e percebemos almas primárias e inferiores a distenderem seus desequilíbrios à esfera azul. Perguntariam todos a razão disto tudo estar acontecendo e o porquê de Jesus e Seus mensageiros e trabalhadores permitirem tantos acontecimentos tristes e que trazem as dores e lágrimas a famílias e povos.

Não nos esqueçamos de que Jesus nos apontou que chegaria a hora da separação do joio do trigo, que esta separação iria colocar almas à direita e à esquerda do Pai, assim significando a separação dos bons daqueles que se distanciam das máximas cristãs.

Amigos, a Terra ainda é campo de luta, de inferioridade, de irracionalidade, campo em que as hostes celestiais trazem-se sob grande esperança de que os filhos do Criador despertem e se habilitem à regeneração de sentimentos, moral e fé. Mas, temos irmãos encarnados que vieram para tentar modificar-se, alinhados em territórios mais primários em culturas e hábitos, para que pudessem superar a inferioridade que ainda os envolve. Entretanto, as disposições íntimas em que se encontram não os estimulam a modificações, e embrenham-se nos cultos extremistas e sem o uso de uma razão que os alente sobre como estão agindo, deixando envolver-se pelos ritmos dispostos de tantos outros em semelhança de ideais inferiores e distorcidos.

Os desacordos emocionais se expõem ao mundo, demonstrando o quanto os campos terrenos ainda estão contaminados pelas viciações morais e emocionais.

Talvez, este momento, em que assistimos a rudes demonstrações de desequilíbrios humanos, traga o despertar a muitas almas, fazendo com que procurem ter mais cuidado em suas movimentações mentais, em suas atitudes no trato com o próximo; talvez, no momento de transição por que a Terra passa ajude as almas a se posicionarem melhor, buscando ter reações mais pacíficas e procurando Deus e o Mestre a ajudá-las nesta convivência tumultuada.

Sentimos que as almas trepidam, que o solo brasileiro passa por grandes vibrações e que essas vibrações fazem uma imensa troca com as almas que nele habitam, construindo patamares de discernimento e lucidez.

Irmãos, os desacordos trazidos permitem que ponderemos mais profundamente, a cerca da vida e dos valores que trazemos em nós.

Despertemos para esta realidade vivenciada e pensemos se nós mesmos não somos os reais responsáveis por tudo isto estar acontecendo, pois não somos almas de hoje, mas de sempre, e quem sabe, se não já fomentamos as mesmas guerras e distúrbios plantados em tempos pretéritos?

Oremos, oremos sempre, trazendo a luz misericordiosa do Mestre Nazareno a esta terra brasileira e ao mundo, para que, com nossa fé e amor, consigamos anular, um pouco pelo menos, as densas energias que se acumulam sobre as mentes envolvidas pelo ódio e pelo desamor. Vamos trazer Jesus a conviver conosco a cada segundo, tentar seguir Suas orientações, buscando este Lume valioso a nos ajudar a caminhar por estradas mais iluminadas e férteis.

Henrique Karroiz

Busca Por Texto
Arquivo